Quem sou eu

Pesquisar este blog

domingo, 22 de janeiro de 2012

Reunião da ASDECON

Olá pessoal,
A reunião mensal da Asdecon será dia 27/01/2012, (sexta-feira) às 19H30MIN, na residência da Diretora Social Sra. Natalice.
Por favor não faltem.
 
Um abraço
 
Elizete Sardinha Waughan
Diretora de Secretaria da Asdecon
Contato 91 88195911 / 91 32316993

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Depois do Brasileiro e do Panamericano, halterofilista santareno supera suas marcas e treina para o Mundial de 2012


Ricardo - técnico, Jorge Wanghon e os colegas de treino Nicolau e Anderson.
O termo "Renascer das Cinzas" poderia muito bem ser empregado ao atleta Jorge Wanghon Filho, o nosso Jorginho. Halterofilista, competindo desde 1991, com vários títulos nacionais, Jorge estava parado há 7 anos e começou seus treinos em janeiro deste ano de 2011, sendo que em pouco tempo entrou em forma. Em pouco tempo também tornou-se competitivo e em junho, com 6 meses de treino, venceu o Brasileiro de Powerlifting 2011 em sua categoria. Para quem não sabe, o powerlifting é a soma dos exercícios Agachamento, Supino e Levantamento Terra, o que mede a força bruta de um homem e é considerado "O Esporte Mais Pesado da Terra".
Para tornar a façanha de volta às competições ainda mais difícil, Jorge agora pertence à categoria Master I. Com 44 anos, o atleta, que compete com halterofilistas que pesam até 66 kgs, dois meses depois do Brasileiro, foi convocado para participar do Panamericano de Powerlifting na Argentina, que aconteceu dia 19 de agosto deste ano. Wanghon, em sua categoria, enfrentou atletas do Peru e do Uruguai, vencendo mais esta batalha. Para completar o sucesso de 2011, é dele agora o recorde sulamericano no Terra, com 220 kgs, e do Total, com 540 kgs. Assim, estabeleceu, também, 3 recordes brasileiros: Agachamento, com 200 kgs; Terra, com 220 kgs e Total, com 540 kgs.
Nosso bravo guerreiro treina na academia Djalma Lima & Irmão, todos os dias, às 12 horas, sob a supervisão técnica de seu irmão Ricardo Sousa. São 2 horas de treino intenso, pesado.
Em contato com nossa reportagem, Jorge afirmou que já faz repetições com 220 kgs no Agachamento e realiza 6 repetições com 210 kgs no Terra. Ou seja, um nível altíssimo, que foi alcançado com muita dedicação, disciplina e que o coloca ao lado das melhores marcas do mundo em sua categoria.
Depois de fechar o ano com o sucesso de ter vencido o Brasileiro e o Panamericano e de ter estabelecido recordes brasileiro e sulamericano, Jorginho projetou em sua mente competir no Mundial de Master no Texas de Powerlifting/2012, que vai acontecer no início do segundo semestre do ano. Para tal, o atleta sonha com os 270 kgs no Agachamento e 270 no Terra. Para isto, terá que fazer cerca de 4 repetições com 250 kgs. Ele nos afirma que já suporta os 230 para repetições, embora ainda esteja nos 220 kgs e pronto para aumentar para os 230, o que nos leva a crer que será uma longa e árdua caminhada até o mundial. E depois de tantas conquistas, determinação e amor ao esporte, não nos resta dúvida de que Jorge Wanghon vai nos dar a alegria de termos um dos melhores halterofilistas do mundo nascido e morando em nossa região.

Obs: Para ver os vídeos do atleta competindo na Argentina, é só acessar o Google, em vídeos, colocar o nome JORGE WANGHON, para assistir alguns trechos da campanha vitoriosa do atleta no Pan/2011.
fonte: Jorge Wanghon

Bandeira da ASDECON

Bandeira da ASDECON
ASSOCIAÇÃO DOS DESCENDENTES DE CONFEDERADOS AMERICANOS NA AMAZÔNIA

Brasão da família Vaughan

Brasão da família Vaughan

ClickComments

ESCLARECIMENTO / EXPLICATION

Esclarecemos que em função de erros cometidos por ocasião das escriturações nos cartórios de Santarém, durante os registros de nascimentos, diversas famílias de origem confederada (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc...) tiveram seus nomes escriturados de forma errada.
A família VAUGHAN, por exemplo, assumiu algumas formas diferentes de escrituração: Vaughon, Waughan e Wanghon.
Recentemente alguns descendentes da família VAUGHAN e de outras famílias, com o auxílio de advogados e seguindo as árvores genealógicas, efetuaram as correções devidas nos cartórios locais e passaram a escrever corretamente os seus nomes.
Devido a pronúncia do nome VAUGHAN ser diferente da forma que é escrita, alguns descendentes passaram a adotar a denominação de “Von”, mas tão somente para facilitar o entendimento da leitura, sem alterar a forma de registro.

We clarified that in terms of errors committed during the notary records in Santarém, in the records of births, several families of confederates (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc ...) had their names entered in wrong. The family VAUGHAN, for example, took a few different ways to book: Vaughon, Waughan and Wanghon. Recentemente VAUGHAN some descendants of the family and other families with the help of lawyers and following the tree, made the necessary corrections in notary places and began to write their names correctly. Due to the pronunciation of the name VAUGHAN be different from the way it is written, some descendants moved to adopt the name of "Von", but only to facilitate the understanding of reading, without changing the way of record.