Quem sou eu

Pesquisar este blog

domingo, 2 de novembro de 2008

Festa de aniversário dos 80 anos de Eunice Sardinha Waughan


Estamos publicando as fotos da missa do aniversário de 80 anos da parenta Eunice Sardinha Waughan. Segue também uma dedicatória feita pelo seu irmão Sérgio.

Nome: Eunice Sardinha Waughan
Nascimento: 02/09/1928
Signo: Virgem
Estado civil: Viúva
Esposo: Cléo Waughan
Filhos: Celeste, Clézio (falecido), Edilson, Elizete, Cláudio (falecido), Clenilda, Elvio e Creuza

A bonita e elegante festa comemorativa dos 80 anos da parenta Euniuce foi realizada no último dia 07 de setembro de 2008, na sede campestre da Asdecon, em Benfica.
Inicialmente foi realizada uma emocionante missa, celebrada pelo vigário de Benfica, com a participação de filhos, irmãos, cunhados, sobrinhos, associados da ASDECON e amigos convidados. Depois da missa foi cantado os parabéns e em seguida servido um delicioso churrasco acompanhado com feijoada e bebidas, incluindo os famosos licores de frutas regionais feitos pela parenta Eunice.





Foi um dia bastante divertido na sede da ASDECON. Os "velhos" dançaram muito, fizeram a desfeiteira (dança folclórica de Santarém com colocação de versos), tudo muito legal.

Dedicatória de Sérgio para Eunice

"Belém, 2 de setembro de 2008
Querida Eunice,
Há 80 anos, Deus na sua infinita misericórdia, concedeu a graça a Sérgio e Corina trazendo a este mundo a segunda filha do casal a quem deram o nome de Eunice.
Mais seis filhos ainda viriam para formar uma família muito feliz da qual tenho a graça e orgulho de pertencer.
Mas a nossa Eunice como não deveria deixar de ser, por ser uma predestinada do Senhor Deus, veio encher de alegria o lar de Sérgio e Corina.
O tempo corria, e a menina tornou-se uma graciosa e inteligente adolescente, granjeando inúmeras amizades no meio de uma mocidade simples, mas sincera, que povoava de alegria nossa querida Alter-do-Chão. E, naquela altura a Eunice já se destacava pela sua altivez e liderança, virtudes adquiridas através das orientações firmes de seus pais.
A sua fé em Deus vinda do catolicismo familiar lhe rendeu responsabilidades enormes junto à comunidade da nossa Vila, tanto no coro da Igreja, comandado por nosso saudoso pai Sérgio Sardinha, como na formação cristã dos jovens de Alter-doChão, despontando no comando da primeira “Cruzada Eucarística do Brasil” fundada pelo nosso saudoso orientador espiritual Frei Cleto, atividade que rende até hoje amizade e respeito pelos jovens de então.
E como a vida é um eterno caminhar, lá vai a nossa Eunice descobrindo novos horizontes. E foi nessa descoberta que conheceu uma pessoa maravilhosa que modificou tanto a sua vida como a de sua família, marcando para sempre o seu existir. Cléo Waughan foi eleito por Deus para ser o homem da sua vida e o pai de seus filhos maravilhosos que o Senhor Jesus a presenteou e que Nossa Senhora deu sua benção, cobrindo de alegria e felicidades o lar de Cléo e Eunice, onde você, minha querida irmã, colocou a serviço de Deus e dos homens todo o conhecimento familiar e cristão passado pelos nossos pais e da nossa avó Maria da Glória Rodé (Dona Sinhá) e principalmente, não desmerecendo os demais, as orientações e porque não dizer, as broncas também passadas pelas mão firmes de Maria Izabel Rodé, a nossa querida mãe Filhinha, que até hoje, nas horas de dificuldades de nossas vidas, naturalmente a ela recorremos.
Volto mais uma vez a lembrar, pelo homem, pai, companheiro e amigo que foi, do nosso querido Cléo, que nos deixou um enorme legado de amor à família, E a sua partida, até certo ponto prematura, deixou um grande vazio em você e em seus filhos. Mas, como Deus não nos destina fardo maior que nossas forças em carregá-lo, emergiu daí em diante uma mulher ainda com mais força e determinação em conduzir o seu destino e de seus filhos, todos menores, e que iria dificultar ainda mais a sua árdua missão que deus lhe confiara.
Olha Eunice, eu não me esqueci dos dois queridos rebentos que Deus já os chamara para seu reino que foram Clézio e Cláudio. Deixei para falar neles só neste momento, porque sei que foram eles que também te trouxeram força para essa grande missão que enfrentarias a partir de então. Olha gente a maioria de vocês conhece a guerreira de espírito humanitário que é a nossa Eunice, mas nós em particular, irmão e amigos, vivenciamos a sua luta diária para criar e educar todos os seus filhos, sem nunca porém perder a dignidade e sempre se pautando pelos princípios cristãos, que sempre nortearam a sua vida, luta essa, que enche de orgulho a todos nós pelo que agradecemos imensamente ao nosso Pai Celeste, e que deve ser eternamente reconhecida, principalmente pelos seus filhos, que bem sabem o valor que esta mãe possui.
E lá se foram 80 anos,... São tantos anos! Mas para Eunice, pela vitalidade que Deus lhe deu e continua dando, rogo que lhe sejam concedidos ainda muitos anos de vida, para continuar nos dando alegrias e momentos de descontração com suas lembranças históricas de nossos antepassados, que só ela sabe tão bem recordá-las, bem como continuar com sua forma inesgotável de fazer o bem.
Que Jesus nosso salvador, e nossa mãe Maria Santíssima sejam sempre teus protetores.
Parabéns, mana!!! Você merece nosso aplauso.
Do teu irmão que lhe ama
Sérgio"

por: Celeste e Lica

Nenhum comentário:

Bandeira da ASDECON

Bandeira da ASDECON
ASSOCIAÇÃO DOS DESCENDENTES DE CONFEDERADOS AMERICANOS NA AMAZÔNIA

Brasão da família Vaughan

Brasão da família Vaughan

ClickComments

Arquivo do blog

ESCLARECIMENTO / EXPLICATION

Esclarecemos que em função de erros cometidos por ocasião das escriturações nos cartórios de Santarém, durante os registros de nascimentos, diversas famílias de origem confederada (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc...) tiveram seus nomes escriturados de forma errada.
A família VAUGHAN, por exemplo, assumiu algumas formas diferentes de escrituração: Vaughon, Waughan e Wanghon.
Recentemente alguns descendentes da família VAUGHAN e de outras famílias, com o auxílio de advogados e seguindo as árvores genealógicas, efetuaram as correções devidas nos cartórios locais e passaram a escrever corretamente os seus nomes.
Devido a pronúncia do nome VAUGHAN ser diferente da forma que é escrita, alguns descendentes passaram a adotar a denominação de “Von”, mas tão somente para facilitar o entendimento da leitura, sem alterar a forma de registro.

We clarified that in terms of errors committed during the notary records in Santarém, in the records of births, several families of confederates (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc ...) had their names entered in wrong. The family VAUGHAN, for example, took a few different ways to book: Vaughon, Waughan and Wanghon. Recentemente VAUGHAN some descendants of the family and other families with the help of lawyers and following the tree, made the necessary corrections in notary places and began to write their names correctly. Due to the pronunciation of the name VAUGHAN be different from the way it is written, some descendants moved to adopt the name of "Von", but only to facilitate the understanding of reading, without changing the way of record.