Quem sou eu

Pesquisar este blog

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Élvio Fonseca (In memorian)



Seu Élvio na festa de formatura de sua filha Eloisa
 
O desportista Élvio Fonseca foi um grande tricolor que mereceu homenagens diversas da crônica esportiva Santarena, incluindo a do cronista esportivo Raimundo Gonçalves em matéria que escreveu para a série “Memória”, na edição do jornal GAZETA (semana de 26/04/2005?).

A foto abaixo, raríssima, é uma das que ilustra o texto de Gonçalves. Mostra a equipe do Mariano (1946), cujas cinzas daria origem ao Fluminense de Santarém, criado por seu Élvio Fonseca.


Élvio Fonseca morreu próximo de completar seus 81 anos. Ele estava há cerca de um mês, em sua casa de Belém, tentando se recuperar de um AVC (acidente vascular cerebral). O desportista não resistiu e veio a falecer. Foi enterrado em Santarém.

Destacam-se (esq. p/ dir.:): Odorico Almeida (diretor), Roque Gomes, José Maria Pretinho, Valdomiro, José Maria, Calandrinho e Tertuiano Sousa (diretor). De joelhos: Élvio Fonseca, João Batista (Cecebuta) e Moacir. Sentados: Cecy, Sabá Bode e Nego Otávio.



Seu Élvio foi um dos fundadores da liga Esportiva de Santarém, da igreja de Fátima (que originou o nome do bairro) e do Fluminense Atlético Clube de Santarém do qual foi presidente por 19 anos consecutivos, e 30 anos alternados, seguido de perto por seu filho, o não menos tricolor, Eduardo (atual presidente do clube).

Nos áureos tempos do Fluminense, no qual fazia parte de um seleto grupo de desportistas tricolores que levaram o clube da Presidente Vargas a conqusitar muitas gloriosas. Dentre eles, estão Renato Sussuarana, José Azevedo (falecido), Gerardo Monteiro (já falecido) e Reinaldo Wanghon Monteiro (também falecido).

Quem não se lembra das concorridas festas de final de semana ou dos bailes de carnaval que o Fluminense realizava? E as serestas das noites de sexta-feira patrocinadas pelo clube tricolor?

Seu Élvio e seus abnegados amigos estavam sempre presentes, organizando, limpando e arrumando as coisas.

Foi-se um despostista dos tempos românticos do futebol que nos deixa muitas saudades e bons exemplos.

Aos amigos, Eduardo, Augusto, Carlos, Elvio Jr., Heloisa e demais famílires, os nossos sentimentos e a nossa homenagem a um grande companheiro e amigo.
Na certeza de que seu Élvio cumpriu bem a sua jornada terrestre.

Aniversário

No dia 10/03/2008, a Escola Municipal Fluminense, na avenida Presidente Vargas, completou 37 anos de existência.

Foi idealizada por ex-diretores do clube - Raimundo Brito, Geraldo Costa Nogueira, Élvio Fonseca, Rosinaldo Maia, Renato Sussuarana, Ribamar Vieira, Clodoaldo Sousa e Fridolino Ribeiro. Funcionou no início no próprio clube. Em agosto de 1978, passou a funcionar em prédio próprio, quando o prefeito à época era Paulo Lisboa. A primeira diretora da escola foi Mariacélia Marques Monte. Funciona nos turnos da manhã e tarde. O atual diretor é Geraldo Nogueira.

fonte: http://www.jesocarneiro.com/geral/aniversario.html

Um comentário:

Benny Franklin disse...

Meus sinceros pêsames à familia Fonseca!

Tive o prazer de conhecer o Eduardo e o Sr. Elvis. Fui jogador - e campeão "Dente de Leite", e depois fui quindado ao time de cima do Fluminense.

Querido e inesquecivel Clube, de grandes conquistas. Numa época que grandes jogadores desfilavam em Santarém como idolos, entre eles: Bendelack, Jônatas, Beto, Bibao, Herodice, Bolinha, Jason, Marinho, Etc.

Saudades...

E meu sentido adeus!

Descanse em Paz, Grande Guerreiro!

Sinceramente,

Benny Franklin

Bandeira da ASDECON

Bandeira da ASDECON
ASSOCIAÇÃO DOS DESCENDENTES DE CONFEDERADOS AMERICANOS NA AMAZÔNIA

Brasão da família Vaughan

Brasão da família Vaughan

ClickComments

Arquivo do blog

ESCLARECIMENTO / EXPLICATION

Esclarecemos que em função de erros cometidos por ocasião das escriturações nos cartórios de Santarém, durante os registros de nascimentos, diversas famílias de origem confederada (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc...) tiveram seus nomes escriturados de forma errada.
A família VAUGHAN, por exemplo, assumiu algumas formas diferentes de escrituração: Vaughon, Waughan e Wanghon.
Recentemente alguns descendentes da família VAUGHAN e de outras famílias, com o auxílio de advogados e seguindo as árvores genealógicas, efetuaram as correções devidas nos cartórios locais e passaram a escrever corretamente os seus nomes.
Devido a pronúncia do nome VAUGHAN ser diferente da forma que é escrita, alguns descendentes passaram a adotar a denominação de “Von”, mas tão somente para facilitar o entendimento da leitura, sem alterar a forma de registro.

We clarified that in terms of errors committed during the notary records in Santarém, in the records of births, several families of confederates (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc ...) had their names entered in wrong. The family VAUGHAN, for example, took a few different ways to book: Vaughon, Waughan and Wanghon. Recentemente VAUGHAN some descendants of the family and other families with the help of lawyers and following the tree, made the necessary corrections in notary places and began to write their names correctly. Due to the pronunciation of the name VAUGHAN be different from the way it is written, some descendants moved to adopt the name of "Von", but only to facilitate the understanding of reading, without changing the way of record.