Quem sou eu

Pesquisar este blog

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Poesia de Quinta

por: Deíla Maia

Pessoal
A Poesia de Quinta de hoje é bem leve, para desanuviar o juízo... Talvez eu mesma esteja precisando de um bom vinho estes dias, por isso tenha escolhido justamente esta. kkkkkkkkk Ainda bem que amanhã vou fazer 10 anos de formada (em Medicina) e vai ter um festão da minha turma (na 6ª, sábado e domingo). Pensem numa comemoração!!!!!!! Vou rever meu povo, vai ser tão bom... Com certeza, vou fazer uma poesia deste reencontro mágico!!!!Escolhi um poeta que eu conheci quando eu era adolescente e muito me impressionou. É um francês mundialmente famoso: Charles Baudelaire. Todos já devem ter ao menos ouvido falar dele. Escolhi a poesia dele "O vinho dos amantes", do livro ícone da sua obra: As flores do mal. Dedico a Poesia de Quinta de hoje à minha querida amiga e colega de turma de Medicina, Glenda, a qual infelizmente não poderá vir para as nossas comemorações, por conta de compromissos profissionais (sempre eles!!!!!), mas que estará presente em pensamento e nos nossos corações. Espero que gostem.
Beijos
Deíla
O VINHO DOS AMANTES
Charles Baudelaire
No espaço é o brilho das auroras!Vamos sem rédea, freio e esporas,Vamos, cavalo sobre o vinhoPara um céu feérico e divino!
Como dois anjos que torturaUma implacável calentura,No cristal azul da paisagemVamos perseguindo a miragem!
Molemente presos num eloDum turbilhão orientado,Num pesadelo paralelo,
Minha irmã, junto a mim, a nado,Fugiremos sempre risonhos, Ao paraíso dos meus sonhos!


PS: A leitura excessiva destes textos pode ocasionar dependência cultural.

Nenhum comentário:

Bandeira da ASDECON

Bandeira da ASDECON
ASSOCIAÇÃO DOS DESCENDENTES DE CONFEDERADOS AMERICANOS NA AMAZÔNIA

Brasão da família Vaughan

Brasão da família Vaughan

ClickComments

Arquivo do blog

ESCLARECIMENTO / EXPLICATION

Esclarecemos que em função de erros cometidos por ocasião das escriturações nos cartórios de Santarém, durante os registros de nascimentos, diversas famílias de origem confederada (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc...) tiveram seus nomes escriturados de forma errada.
A família VAUGHAN, por exemplo, assumiu algumas formas diferentes de escrituração: Vaughon, Waughan e Wanghon.
Recentemente alguns descendentes da família VAUGHAN e de outras famílias, com o auxílio de advogados e seguindo as árvores genealógicas, efetuaram as correções devidas nos cartórios locais e passaram a escrever corretamente os seus nomes.
Devido a pronúncia do nome VAUGHAN ser diferente da forma que é escrita, alguns descendentes passaram a adotar a denominação de “Von”, mas tão somente para facilitar o entendimento da leitura, sem alterar a forma de registro.

We clarified that in terms of errors committed during the notary records in Santarém, in the records of births, several families of confederates (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc ...) had their names entered in wrong. The family VAUGHAN, for example, took a few different ways to book: Vaughon, Waughan and Wanghon. Recentemente VAUGHAN some descendants of the family and other families with the help of lawyers and following the tree, made the necessary corrections in notary places and began to write their names correctly. Due to the pronunciation of the name VAUGHAN be different from the way it is written, some descendants moved to adopt the name of "Von", but only to facilitate the understanding of reading, without changing the way of record.