Quem sou eu

Pesquisar este blog

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Diferenças entre gripe comum e Influenza A (H1N1)

T O S S E ?… PODE SER GRIPE SUÍNA!
















Desencadeada no México, a gripe mais conhecida como suína por ser transmitida por porcos, já se alastrou em vários países, mas antes de entrarmos neste contexto, vamos conhecer o vírus A/H1N1 que está causando transtornos a nós humanos.
A Gripe Suína é uma doença respiratória que começa principalmente em criadores de porcos, do tipo A que pode se alastrar rapidamente e possui uma letalidade maior.
Sua transmissão é principalmente com quem mantém contato com porcos, e transmitida via aérea, ou seja, de pessoa para pessoa. Não se contrai a doença comendo carne suína, pois o cozimento da mesma em 71° C destrói todos os vírus e as bactérias presentes na carne. E como no seres humanos, os vírus da gripe sofrem mutações, este esse vírus híbrido pode provocar o aparecimento de um novo vírus tão virulento como o da gripe aviária e tão contagioso como o da gripe humana.
Os medicamentos inicialmente indicados para este vírus são os mesmos utilizados para combate da gripe humana, o Tamiflu e o Relenza, estes devem ser tomados após o aparecimento dos primeiros sintomas da gripe que são:

- Febres altas e repentinas,
- Tosse,
- Dor de cabeça intensa,
- Dores musculares e nas articulações,
- E irritações nos olhos e nas narinas.

Mas é bom lembrar que a vacina contra a gripe humana não evita a gripe suína, os infectologistas dizem que as pessoas podem sim se vacinar, pois a imunização diminui bastante a preocupação de quem possa vir ficar gripado, e também a diminuição da circulação do vírus selvagem- da gripe comum que pode sofrer uma nova mutuação e mudar o perfil da doença.


Países infectados, pela Gripe H1N1
Pretas – mortes confirmadas
Vermelhas- Infecções confirmadas
Laranja – Infecções não confirmadas




Mais Arquivo
Categorias: Saúde, , , , ,
fonte: Wikipédia
http://images.google.com.br/imgres?imgurl=http://www.blogdacomunicacao.com.br/wp-content/uploads/2009/05/80dam0px-h1n1_map_svg.bmp&imgrefurl=http://www.blogdacomunicacao.com.br/%3Fp%3D4084&usg=__25vTMDe__72Y1QXxd0pIM2NhmkY=&h=406&w=800&sz=1269&hl=pt-BR&start=67&sig2=jgUPy787520aunnkfxTsxg&um=1&tbnid=2zamM848RRj3IM:&tbnh=73&tbnw=143&prev=/images%3Fq%3DGRIPE%2BH1N1%26ndsp%3D18%26hl%3Dpt-BR%26sa%3DN%26start%3D54%26um%3D1&ei=HZxnSquaJJHQlAfS_YnGCQ





























GRIPE INFLUENZA A (H1N1) OU SUÍNA
PERGUNTAS E RESPOSTAS QUE PODEM FAZER A DIFERENÇA:


1. Quanto tempo dura vivo o vírus suíno numa maçaneta ou superfície lisa?
Até 10 horas.
2. Quão útil é o álcool em gel para limpar-se as mãos?
Torna o vírus inativo e o mata.
3. Qual é a forma de contágio mais eficiente deste vírus?
A via aérea não é a mais efetiva para a transmissão do vírus, o fator mais importante para que se instale o vírus é a umidade, (mucosa do nariz, boca e olhos) o vírus não voa e não alcança mais de um metro de distancia.
4. É fácil contagiar-se em aviões?
Não, é um meio pouco propício para ser contagiado.
5. Como posso evitar contagiar-me?
Não passar as mãos no rosto, olhos, nariz e boca. Não estar com gente doente. Lavar as mãos mais de 10 vezes por dia.
6. Qual é o período de incubação do vírus?
Em média de 5 a 7 dias e os sintomas aparecem quase imediatamente.
7. Quando se deve começar a tomar remédio?
Dentro das 72 horas os prognósticos são muito bons, a melhora é de 100%
8. De que forma o vírus entra no corpo?
Por contato ao dar a mão ou beijar-se no rosto e pelo nariz, boca e olhos.
9. O vírus é mortal?
Não, o que ocasiona a morte é a complicação da doença causada pelo vírus, que é a pneumonia.
10. Que riscos têm os familiares de pessoas que faleceram?
Podem ser portadores e formar uma rede de transmissão.
11. A água de tanques ou caixas de água transmite o vírus?
Não porque contém químicos e está clorada
12. O que faz o vírus quando provoca a morte?
Uma série de reações como deficiência respiratória, a pneumonia severa é o que ocasiona a morte.
13. Quando se inicia o cont á gio, antes dos sintomas ou até que se apresentem?
Desde que se tem o vírus, antes dos sintomas.
14. Qual é a probabilidade de recair com a mesma doença?
De 0%, porque fica-se imune ao vírus suíno.
15. Onde encontra-se o vírus no ambiente?
Quando uma pessoa portadora espirra ou tosse, o virus pode ficar nas superfícies lisas como maçanetas, dinheiro, papel, documentos, sempre que houver umidade. Já que não será esterilizado o ambiente se recomenda extremar a higiene das mãos.
17. O vírus ataca mais às pessoas asmáticas?
Sim, são pacientes mais suscetíveis, mas ao tratar-se de um novo germe todos somos igualmente suscetíveis.
18. Qual é a população que está sendo ataca da por este vírus?
De 20 a 50 anos de idade.
19. É útil a máscara para cobrir a boca?
Existem algu mas de maior qualidade que outr a s, mas se você não está doente é pior, porque o vírus pelo seu tamanho a atravessam como se est a não existisse e ao usar a máscara, cria-se na zona entre o nariz e a boca um microclima úmido próprio ao desenvolvimento viral: mas se você já está infectado use-o para não infectar aos demais, apesar de que é relativamente eficaz.
20. Posso fazer exercício ao ar livre?
Sim, o vírus não anda no ar nem tem asas.
21. Serve para algo tomar Vitamina C?
Não serve para nada para prevenir o contagio deste vírus, mas ajuda a resistir seu ataque.
22. Quem está a salvo desta doença ou quem é menos suscetível?
A salvo não est á ninguém, o que ajuda é a higiene dentro de lar, escritórios, utensílios e não ir a lugares públicos.
23. O virus se move?
Não, o vírus não tem nem patas nem asas, a pessoa é quem o coloca dentro do organismo.
24. Os mascotes contagiam o vírus?
Este vírus não, provavelmente contagiem outro tipo de vírus.
25. Se vou ao velório de alguém que morreu desse vírus posso me contagiar?
Não.
26. Qual é o risco das mulheres grávidas com este vírus?
As mulheres grávidas têm o mesmo risco mas por dois, podem tomar os antivirais mas em caso de de cont á gio e com estrito controle médico.
27. O feto pode ter lesões se uma mulher grávida se contagia com este vírus?
Não sabemos que estragos possa fazer no processo, já que é um vírus novo.
28. Posso tomar acido acetilsalicílico (aspirina)?
Não é recomendável, pode ocasionar outras doenças, a menos que você tenha prescrição por problemas coronários, nesse caso siga tomado.
29. Serve para algo tomar antivira is antes dos síntomas?
Não serve para nada.
30. As pessoas com AIDS, diabetes, câncer, etc., podem ter maiores complicações que uma pessoa sadia se se contagiam com o vírus?
SIM.
31. Uma gripe convencional forte pode se converter em influenza?
N Ã O.
32. O que mata o vírus?
O sol, mais de 5 dias no meio ambiente, o sabão, os antivirais, álcool em gel.
33. O que fazem nos hospitais para evitar contágios a outros doentes que não têm o vírus?
O isolamento.
34. O álcool em gel é efetivo?
SIM, muito efetivo.
35. Se estou vacinado contra a influenza estacional sou inócuo a este vírus?
Não serve para nada, ainda não existe vacina para este vírus.
36. Este vírus está sob controle?
Não totalmente, mas estão tomando medidas agressivas de contenção.
37. O que significa passar de alerta 4 a alerta 5?
A fase 4 não faz as coisas diferentes da fase 5, significa que o vírus se propagou de Pessoa a Pessoa em mais de 2 países; e fase 6 é que se propagou em mais de 3 países.
38. Aquele que se infectou deste vírus e se curou, fica imune?
SIM.
39. As crianças com tosse e gripe têm influenza?
É pouco provável, pois as crianças são pouco afetadas.
40. Medidas que as pessoas que trabalham devam tomar?
Lavar-se as mãos muitas vezes ao dia.
41. Posso me contagiar ao ar livre?
Se há pessoas infectadas que t ussam e/ou espirre m perto , pode acontecer, mas a via aérea é um meio de pouco contágio.
42. Pode-se comer carne de porco?
SIM , pode e não há nenhum risco de contágio.
43. Qual é o fator determinante para saber que o vírus já está controlado?
Ainda que se controle a epidemia agora, no inverno boreal (hemisfério norte) pode voltar e ainda não haverá uma vacina.

Nenhum comentário:

Bandeira da ASDECON

Bandeira da ASDECON
ASSOCIAÇÃO DOS DESCENDENTES DE CONFEDERADOS AMERICANOS NA AMAZÔNIA

Brasão da família Vaughan

Brasão da família Vaughan

ClickComments

Arquivo do blog

ESCLARECIMENTO / EXPLICATION

Esclarecemos que em função de erros cometidos por ocasião das escriturações nos cartórios de Santarém, durante os registros de nascimentos, diversas famílias de origem confederada (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc...) tiveram seus nomes escriturados de forma errada.
A família VAUGHAN, por exemplo, assumiu algumas formas diferentes de escrituração: Vaughon, Waughan e Wanghon.
Recentemente alguns descendentes da família VAUGHAN e de outras famílias, com o auxílio de advogados e seguindo as árvores genealógicas, efetuaram as correções devidas nos cartórios locais e passaram a escrever corretamente os seus nomes.
Devido a pronúncia do nome VAUGHAN ser diferente da forma que é escrita, alguns descendentes passaram a adotar a denominação de “Von”, mas tão somente para facilitar o entendimento da leitura, sem alterar a forma de registro.

We clarified that in terms of errors committed during the notary records in Santarém, in the records of births, several families of confederates (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc ...) had their names entered in wrong. The family VAUGHAN, for example, took a few different ways to book: Vaughon, Waughan and Wanghon. Recentemente VAUGHAN some descendants of the family and other families with the help of lawyers and following the tree, made the necessary corrections in notary places and began to write their names correctly. Due to the pronunciation of the name VAUGHAN be different from the way it is written, some descendants moved to adopt the name of "Von", but only to facilitate the understanding of reading, without changing the way of record.