Quem sou eu

Pesquisar este blog

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Ata da reunião do dia 05 de junho de 2009


por: Maria de Fátima Santos Monteiro

Ás 20 horas do dia 05 de junho de 2009, reuniram-se na residência da sócia Nássara Vaughan os seguintes sócios da ASDECON: Ronaldo Bruno, Nássara, Miguel, Ronaldo, Élvio, José, Jacenira, Fátima, Natalice, Guilherme, Cleucy e Mauro Wanghon. O sócio Miguel fez uma explanação do demonstrativo financeiro do mês de maio. Foram arrecadados R$595,00 com mensalidades. Em 05 de maio o saldo no Banco do Brasil era de R$3750,52, de onde foram retirados R$1700,00 para a compra dos postes para energia elétrica para a sede em Benfica. O saldo anterior era de R$480,94, que somados com os R$595,00 totalizou R$1075,94. As despesas foram no valor de R$708,29, ficando um saldo de R$367,65. Em seguida foi feita a leitura da ata das reuniões anteriores que foram aprovadas por todos. Miguel trouxe a proposta do senhor que faz o serviço de roçagem, que deseja receber mensalmente R$300,00. Depois de amplamente discutido, ficou decidido que a roçagem continuaria da ser feita quinzenalmente. Jacenira sugeriu que deveríamos ser bem claros com o encarregado da limpeza para termos o cuidado de não gerar vínculos. Élvio sugeriu que sempre esteja um sócio presente nos dias de roçagem para fiscalizar e pagar o serviço, c om que todos concordaram. Miguel sugeriu que após a festa junina devemos derrubar as árvores que estão colocando em risco a segurança das casas. Todos concordaram. Miguel informou que foram comprados 5 postes de 7 metros no valor de R$190,00 cada um e 1 poste de 11 metros no valor de R$550,00, totalizando R$1500,00. A implantação dos postes custará R$250,00 e a mão de obra para furar os buracos e dar aguada de concreto custará R$250,00. O saldo no banco até o dia 05 de junho é de R$2100,52 ainda não estava computado o depósito do mês de junho feito pela CLARO. Na reunião de hoje foram arrecadados R$375,00 de mensalidades. Miguel sugeriu que os sócios voltem a levar material de limpeza para a ASDECON. A Cleucy doou R$10,00 para material de limpeza. Foi informado que Celson e Yana não poderiam participar da festa junina, então José e Mauro substituíram a canjica por bolo de macaxeira. Élvio, Bruno e Miguel providenciarão a madeira para a fogueira. Bruno providenciará os caniços e brindes para a pescaria. Ronaldo comprará 6 sacos para a corrida no saco. A Asdecon comprará um saco de balões e os ovos para a corrida do ovo na colher. Miguel e Natalice irão comprar os brindes para as brincadeiras. Bruno se comprometeu a ir até a ASDECON para verificar as condições da decoração do ano passado, se não prestar mais comprarão TNT para a Eunice fazer as bandeirinhas. O Élvio sugeriu fazer o orçamento do muro da Cleucy para a ASDECON mandar fazer e a Cleucy se comprometeu a pagá-lo. Depois acertarão de quantas vezes será pago. Miguel informou que o gerente do Banco do Brasil lhe disse que a conta da ASDECON está na eminência de ser bloqueada, assim que chegar uma auditoria, em virtude de seu estatuto não estar de acordo com as novas normas vigentes no país. O sócio Mauro se prontificou a preparar o novo estatuto. A equipe se constituirá de: Nássara, Rosi, Mauro, Celeste e Natalice, que observou que devemos fazer um estatuto o mais objetivo possível. A próxima reunião ficou marcada para 30 de junho, às 19 horas na residência da sócia Natalice. Em seguida a sócia Natalice encerrou a reunião com a oração do Divino Espirito Santo e um Pai Nosso, após ter sido franqueada a palavra e não havendo manifestação dos presentes,eu Fátima Monteirp, lavrei a presente ata que depois de lida e aprovada será assinada por todos os presentes.

Nenhum comentário:

Bandeira da ASDECON

Bandeira da ASDECON
ASSOCIAÇÃO DOS DESCENDENTES DE CONFEDERADOS AMERICANOS NA AMAZÔNIA

Brasão da família Vaughan

Brasão da família Vaughan

ClickComments

Arquivo do blog

ESCLARECIMENTO / EXPLICATION

Esclarecemos que em função de erros cometidos por ocasião das escriturações nos cartórios de Santarém, durante os registros de nascimentos, diversas famílias de origem confederada (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc...) tiveram seus nomes escriturados de forma errada.
A família VAUGHAN, por exemplo, assumiu algumas formas diferentes de escrituração: Vaughon, Waughan e Wanghon.
Recentemente alguns descendentes da família VAUGHAN e de outras famílias, com o auxílio de advogados e seguindo as árvores genealógicas, efetuaram as correções devidas nos cartórios locais e passaram a escrever corretamente os seus nomes.
Devido a pronúncia do nome VAUGHAN ser diferente da forma que é escrita, alguns descendentes passaram a adotar a denominação de “Von”, mas tão somente para facilitar o entendimento da leitura, sem alterar a forma de registro.

We clarified that in terms of errors committed during the notary records in Santarém, in the records of births, several families of confederates (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc ...) had their names entered in wrong. The family VAUGHAN, for example, took a few different ways to book: Vaughon, Waughan and Wanghon. Recentemente VAUGHAN some descendants of the family and other families with the help of lawyers and following the tree, made the necessary corrections in notary places and began to write their names correctly. Due to the pronunciation of the name VAUGHAN be different from the way it is written, some descendants moved to adopt the name of "Von", but only to facilitate the understanding of reading, without changing the way of record.