Quem sou eu

Pesquisar este blog

sábado, 5 de dezembro de 2009

Riquixá com atitude


ECOTAXI: UMA BOA IDÉIA QUE CRESCE CADA VEZ MAIS !!
VEÍCULO COM CONSCIÊNCIA ECOLÓGICA

A
rede ECOTAXI cresceu no mundo inteiro. Os veículos com design moderno estão se tornando cada vez mais comuns nas grandes cidades do mundo preocupadas com o meio ambiente.

ECOTAXI reduz as emissões e conseqüentemente a poluição dentro das cidades de forma ecológica e eficiente. A rede urbana de transporte é realçada através de um sistema flexível e de confiança na mobilidade. Mas ECOTAXI não é somente um meio excelente de transporte para áreas urbanas. Excelente em eventos ou como um serviço de “shuttle” e são naturalmente uma das melhores opções como veículos de mídia externa.
O DONO DA IDEIA, Silas Hernandes, empreendedor do ecotáxi, mostra na avenida Paulista (SP) triciclo de sua frota, que já começou a rodar no Rio.
Formado em marketing, Hernandes é o idealizador do ecotáxi no Brasil, um triciclo dotado de uma capota rígida, capaz de levar até dois passageiros em percursos de curta distância. Além de ser uma alternativa de transporte limpa, o veículo inspirado nos riquixás da Ásia oferece oportunidade de emprego para os jovens carentes que pilotam a engenhoca. Atualmente, 15 ecotáxis circulam pela orla do Rio de Janeiro, transportando preferencialmente gestantes, idosos e portadores de deficiência. Todos os ciclistas que pilotam os triciclos foram recrutados em comunidades pobres.
Hernandes teve a ideia de criar sua frota de triciclos quando assistia pela TV aos jogos da Copa do Mundo de 2002, realizada no Japão e na Coreia do Sul. Em meio às partidas de futebol, viu uma reportagem que mostrava exóticos triciclos circulando em uma cidade japonesa.

Na versão brasileira, o ecotáxi é produzido com parceiros locais. Com corridas estimadas em R$ 0,50, Hernandes procura agora parceiros para veicular publicidade na capota dos triciclos. Nos próximos meses, o empresário planeja instalar placas solares na parte de cima dos carrinhos. O objetivo é que o equipamento gere energia e permita a instalação de um pequeno motor elétrico para dar uma forcinha aos ciclistas nas subidas mais íngremes.


Nenhum comentário:

Bandeira da ASDECON

Bandeira da ASDECON
ASSOCIAÇÃO DOS DESCENDENTES DE CONFEDERADOS AMERICANOS NA AMAZÔNIA

Brasão da família Vaughan

Brasão da família Vaughan

ClickComments

Arquivo do blog

ESCLARECIMENTO / EXPLICATION

Esclarecemos que em função de erros cometidos por ocasião das escriturações nos cartórios de Santarém, durante os registros de nascimentos, diversas famílias de origem confederada (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc...) tiveram seus nomes escriturados de forma errada.
A família VAUGHAN, por exemplo, assumiu algumas formas diferentes de escrituração: Vaughon, Waughan e Wanghon.
Recentemente alguns descendentes da família VAUGHAN e de outras famílias, com o auxílio de advogados e seguindo as árvores genealógicas, efetuaram as correções devidas nos cartórios locais e passaram a escrever corretamente os seus nomes.
Devido a pronúncia do nome VAUGHAN ser diferente da forma que é escrita, alguns descendentes passaram a adotar a denominação de “Von”, mas tão somente para facilitar o entendimento da leitura, sem alterar a forma de registro.

We clarified that in terms of errors committed during the notary records in Santarém, in the records of births, several families of confederates (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc ...) had their names entered in wrong. The family VAUGHAN, for example, took a few different ways to book: Vaughon, Waughan and Wanghon. Recentemente VAUGHAN some descendants of the family and other families with the help of lawyers and following the tree, made the necessary corrections in notary places and began to write their names correctly. Due to the pronunciation of the name VAUGHAN be different from the way it is written, some descendants moved to adopt the name of "Von", but only to facilitate the understanding of reading, without changing the way of record.