Quem sou eu

Pesquisar este blog

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

UNAMA aprova 1.955 candidatos


Vestibulandos festejaram a vitória, ontem. Calouros deverão receber kit matrícula dia 15 e se matricular de 16 a 17.
A divulgação do listão dos aprovados no vestibular 2010.1 da Universidade da Amazônia (Unama) fez a alegria de 1.955 calouros. A instituição anunciou, ontem de manhã, os nomes dos aprovados no processo seletivo para o primeiro semestre de 2010. Dezenas de candidatos estiveram no campus Alcindo Cacela para conferir os nomes nos quadros de aviso. O listão dos aprovados está disponível também no site da instituição, no endereço eletrônico: www.unama.br.
Os aprovados deverão receber o kit matrícula no dia 15 de dezembro, no campus onde funciona o curso para o qual foi aprovado, as matrículas serão realizadas nos dias 16 e 17 de dezembro e as aulas se iniciam no dia 1º de fevereiro.
O primeiro lugar geral da universidade foi do curso de Fisioterapia matutino. A caloura Beatriz Santos Botelho, 18 anos, obteve 193 pontos no exame - a prova valia 200 pontos, com a redação valendo 100 pontos e a parte objetiva mais 100. As calouras do curso de Direito matutito Débora Alves e Daniella Brito, ocuparam os segundo e terceiro lugares gerais, respectivamente. 'Estava no cursinho quando ouvi o listão. Foi uma emoção muito grande e a sensação de alívio, depois de várias horas de estudo. Agora é estudar mais para tentar conquistar uma vaga no curso de Medicina', disse Beatriz, eufórica, com a primeira colocação geral.
Segundo o pró-reitor de ensino e coordenador do processo seletivo, Mário Guzzo, o listão estava programado para ser divulgado somente após o anúncio das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 'Mas com o anúncio do Ministério da Educação (Mec) de que as notas só sairiam em fevereiro, resolvemos antecipar a divulgação do listão para hoje (ontem). Todas as vagas ofertadas foram preenchidas neste processo seletivo', informou. A Unama utiliza a nota do Enem no critério de substituição da nota da prova objetiva, caso seja solicitada pelo aluno no ato da inscrição.
A prova do vestibular Unama, igual para todos os cursos, ocorreu no dia 29 de outubro e foi constituída de uma redação e de 50 questões objetivas, cujo conteúdo abrangeu conhecimentos relativos às disciplinas obrigatórias do ensino médio.

É com muito prazer e orgulho que gostariamos de informar e compartilhar com todos que o nosso filho, o Gerardo Neto, torcedor da Tuna, passou de 1ª no vestibular de 2010 da UNAMA. A sua classificação foi em 4º lugar para o curso de Serviço Social.

Gerardo Neto fez 144 pts de 200 possíveis, sendo 44 pts nas questões objetivas e 90 pts em redação, obtendo a 2ª maior nota de redação do curso e uma das 10 maiores no geral. Ele nem fez a prova do ENEM mas se tivesse feito e usado como critério de avaliação certamente teria sido o 1º colocado do curso. De qualquer forma foi muito bom o desempenho e resultado que nos deixou muito orgulhosos.
Parabéns e sucesso ao nosso querido filho Gerardo Neto!

Aprovados no vestibular 2010 da universidade da amazônia

Serviço Social – Noturno
Adriane Marques Franco, Adrieli Castro da Silva, Aline Lorenna Caldeira Batista, Allana Conceição Silva Damasceno, Amaury Sousa Neto, Ana Carolina de Nazaré Ferreira da Silva, Ana Paula Costa Pessoa, Andrea Franzini, Andreia da Conceição Monteiro Pereira, Brenda Dias Ramos, Camila Botelho de Souza, Cassia Laiany Alves de Melo, Celice Leal Trindade 2ªopção, Clarissa Fernandes Teles 2ªopção, Cristhiana Soraya dos Reis Rendeiro, Denise do Socorro Santos da Costa, Denise Novaes da Silva, Diego Nascimento Campos Nahmias, Édma Mayara Pereira Cardoso, Erick Pantoja Pinto, Flávia Gomes Souza, Gabriela Barros Borges de Lima, Gerardo Monteiro Neto, Glauceleia Amorim da Costa, Isabel Cristina Corrêa Sarmento, Jéssica Costa Nascimento, Jessica Quaresma Machado, Jessica Rillene Campos Barbosa, Joice Alice Jaks Gonçalves, Jucielem Azulino de Farias, Katiuscia Machado Corrêa, Layena Calucia Alves Polaro, Lidiane Inês Maia Reis, Lidiene de Fatima Monteiro Moraes, Liege Maria Maia Bentes, Lohana Karolyne da Silva Oliveira, Lorena Bentes de Sousa, Luciana de Freitas Pantoja, Maira Ningrithy Martins Nery 2ªopção, Marciane Cruz do Nascimento 2ªopção, Marco Roberto Alves de Souza, Mariana Valverde Rotterdam de Castro, Mayara Daiane Brito Brasil, Naiara de Souza Araujo, Neyla Moras da Silva, Rayra Amador da Silva, Renata Nazare da Silva Lima, Shirlene Mendes Marques, Thamires Laurindo Moutinho, Vanessa Tamíres Miranda Almeida
fonte: Amazônia Jornal - Edição 12/12/2009


Nenhum comentário:

Bandeira da ASDECON

Bandeira da ASDECON
ASSOCIAÇÃO DOS DESCENDENTES DE CONFEDERADOS AMERICANOS NA AMAZÔNIA

Brasão da família Vaughan

Brasão da família Vaughan

ClickComments

Arquivo do blog

ESCLARECIMENTO / EXPLICATION

Esclarecemos que em função de erros cometidos por ocasião das escriturações nos cartórios de Santarém, durante os registros de nascimentos, diversas famílias de origem confederada (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc...) tiveram seus nomes escriturados de forma errada.
A família VAUGHAN, por exemplo, assumiu algumas formas diferentes de escrituração: Vaughon, Waughan e Wanghon.
Recentemente alguns descendentes da família VAUGHAN e de outras famílias, com o auxílio de advogados e seguindo as árvores genealógicas, efetuaram as correções devidas nos cartórios locais e passaram a escrever corretamente os seus nomes.
Devido a pronúncia do nome VAUGHAN ser diferente da forma que é escrita, alguns descendentes passaram a adotar a denominação de “Von”, mas tão somente para facilitar o entendimento da leitura, sem alterar a forma de registro.

We clarified that in terms of errors committed during the notary records in Santarém, in the records of births, several families of confederates (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc ...) had their names entered in wrong. The family VAUGHAN, for example, took a few different ways to book: Vaughon, Waughan and Wanghon. Recentemente VAUGHAN some descendants of the family and other families with the help of lawyers and following the tree, made the necessary corrections in notary places and began to write their names correctly. Due to the pronunciation of the name VAUGHAN be different from the way it is written, some descendants moved to adopt the name of "Von", but only to facilitate the understanding of reading, without changing the way of record.