Quem sou eu

Pesquisar este blog

quarta-feira, 19 de maio de 2010

De Sam de Matos sobre as colônias confederadas americanas no Brasil após a guerra civil americana

Recebemos e-mail do amigo Sam de Matos, cidadão Americano-Brasileiro, morador da Carolina do Sul (E.U.A), que fala sobre as colônias de confederados americanos no Brasil, após a guerra civil americana.
Leia o texto:
NOTE 1: As a direct result of the outcome of the War Between States, Americans from the South migrated to Brazil forming three major Colonies: AMERICANA-SANTA BARBARA in Sao Paulo, SANTAREM in Amazon and one that failed, by the Rio Doce River, in the Espirito Santo State. From this defunct Colony, broken pieces and faint remains was what I fount as a child. Years later, I tried to put the pieces together in a novelette, and THOMPSONVILLE was a name that came into my mind when I wrote "MAN OF RESPECT." Thompsonville became this unnamed Colony. Let's see if I can attache its fictional story in this section. Hope yawl enjoy it.

NOTA 1: Como consequência direta do resultado da guerra entre estados, os americanos do Sul migraram para o Brasil formando três grandes colônias: Americana, Santa Bárbara, em São Paulo, Santarém, na Amazônia e que falhou, pelo Rio Doce Rio, no Estado do Espírito Santo. A partir desta extinta Colônia, pedaços e leve lembrança de quando eu ainda era uma criança como fonte. Anos mais tarde, eu tentei colocar os pedaços juntos em uma novela, e Thompsonville era um nome que veio à minha mente quando eu escrevi "homem de respeito". Thompsonville tornou este anônimo Colony. Vamos ver se eu posso passar sua história fictícia nesta seção. Espero desfrutar e apreciá-lo.

Nenhum comentário:

Bandeira da ASDECON

Bandeira da ASDECON
ASSOCIAÇÃO DOS DESCENDENTES DE CONFEDERADOS AMERICANOS NA AMAZÔNIA

Brasão da família Vaughan

Brasão da família Vaughan

ClickComments

Arquivo do blog

ESCLARECIMENTO / EXPLICATION

Esclarecemos que em função de erros cometidos por ocasião das escriturações nos cartórios de Santarém, durante os registros de nascimentos, diversas famílias de origem confederada (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc...) tiveram seus nomes escriturados de forma errada.
A família VAUGHAN, por exemplo, assumiu algumas formas diferentes de escrituração: Vaughon, Waughan e Wanghon.
Recentemente alguns descendentes da família VAUGHAN e de outras famílias, com o auxílio de advogados e seguindo as árvores genealógicas, efetuaram as correções devidas nos cartórios locais e passaram a escrever corretamente os seus nomes.
Devido a pronúncia do nome VAUGHAN ser diferente da forma que é escrita, alguns descendentes passaram a adotar a denominação de “Von”, mas tão somente para facilitar o entendimento da leitura, sem alterar a forma de registro.

We clarified that in terms of errors committed during the notary records in Santarém, in the records of births, several families of confederates (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc ...) had their names entered in wrong. The family VAUGHAN, for example, took a few different ways to book: Vaughon, Waughan and Wanghon. Recentemente VAUGHAN some descendants of the family and other families with the help of lawyers and following the tree, made the necessary corrections in notary places and began to write their names correctly. Due to the pronunciation of the name VAUGHAN be different from the way it is written, some descendants moved to adopt the name of "Von", but only to facilitate the understanding of reading, without changing the way of record.