Quem sou eu

Pesquisar este blog

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Poesia de Quinta

por: Deíla Maia
Pessoal, o poesia de quinta de hoje quase não saiu: dia cheio, noite com aniversario...
Deíla

Alma Mater - Pequeno Ser
Frassino Machado

'Stou sentado na esplanada
folheando meu dossier
vindo ali da passarada
alma mater, pequeno ser.

Em brando voo receoso
lá chegou ao pé de mim
pardal fino temeroso
debicando amendoim.

Dei-lhe antes do meu pão
que migalhas é com ele
matou fome com paixão
e deu vida à sua pele.

Os seus olhos de safira
amendoados e cretinos
de mim nunca retira
graciosos e ladinos.

Comecei a reflectir
os segredos da Natura
que dos seres do porvir
surge sempre uma ventura.

Mas a borrasca chegou
fazendo grande escarcéu
e o pardal lá esvoaçou
à busca de novo céu.

Já agora vai pelo mundo
uma ameaça inclemente
um mal de aves bem fundo
pondo em p' rigo toda a gente.

Se das aves vem o mal
nem tudo se perderá
ficará sempre um pardal
a alegrar cada manhã !

In AS MINHAS ANDANÇAS

--------------------------------------------------------------------------------

Frassino Machado é o pseudônimo poético de Francisco de Assis Machado da Cunha. Nasceu ao norte de Portugal, na cidade Invicta, desde muito cedo sentiu uma forte inclinação para as Artes, nomeadamente para a Poesia e a Música. Descendente de uma família com essa mesma inclinação, não se admira que - logo na juventude - tenha procurado por todos os meios dar sentido a essa vocação. Paralelamente aos seus variadíssimos estudos, chegou a freqüentar uma Escola Técnica Industrial onde aprendeu a mecânica dos metais e, já na capital, o Instituto Gregoriano de Artes Musicais, onde alicerçou, as suas qualidades de empenho manual, estético e metodológico. O seu profundo amor à Literatura, à História, à Filosofia e à Música, tem sua origem justamente em seus grandes mestres universitários, quando freqüentou o Curso Superior de Filosofia, na Universidade Católica de Lisboa e o Curso de História na Universidade Clássica da mesma cidade.

Contatos: machadofrassino@gmail.com

PS A leitura excessiva destes textos pode ocasionar dependenca cultural

Nenhum comentário:

Bandeira da ASDECON

Bandeira da ASDECON
ASSOCIAÇÃO DOS DESCENDENTES DE CONFEDERADOS AMERICANOS NA AMAZÔNIA

Brasão da família Vaughan

Brasão da família Vaughan

ClickComments

Arquivo do blog

ESCLARECIMENTO / EXPLICATION

Esclarecemos que em função de erros cometidos por ocasião das escriturações nos cartórios de Santarém, durante os registros de nascimentos, diversas famílias de origem confederada (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc...) tiveram seus nomes escriturados de forma errada.
A família VAUGHAN, por exemplo, assumiu algumas formas diferentes de escrituração: Vaughon, Waughan e Wanghon.
Recentemente alguns descendentes da família VAUGHAN e de outras famílias, com o auxílio de advogados e seguindo as árvores genealógicas, efetuaram as correções devidas nos cartórios locais e passaram a escrever corretamente os seus nomes.
Devido a pronúncia do nome VAUGHAN ser diferente da forma que é escrita, alguns descendentes passaram a adotar a denominação de “Von”, mas tão somente para facilitar o entendimento da leitura, sem alterar a forma de registro.

We clarified that in terms of errors committed during the notary records in Santarém, in the records of births, several families of confederates (Wallace, Hennington, Rhome, Pitts, Riker, Vaughan, Jennings, etc ...) had their names entered in wrong. The family VAUGHAN, for example, took a few different ways to book: Vaughon, Waughan and Wanghon. Recentemente VAUGHAN some descendants of the family and other families with the help of lawyers and following the tree, made the necessary corrections in notary places and began to write their names correctly. Due to the pronunciation of the name VAUGHAN be different from the way it is written, some descendants moved to adopt the name of "Von", but only to facilitate the understanding of reading, without changing the way of record.